Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

O DEBATE celebra com instituições os 40 anos da Bacia de Campos

Encontro histórico marca nova perspectiva para a cadeia offshore de Macaé e da região

Em 15/08/2017 às 14h53


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Os 40 anos de produção da Bacia de Campos foram celebrados ontem (14), em um grande encontro promovido por O DEBATE, junto às instituições que contribuem com o desenvolvimento das operações que sustentam a participação do país na dinâmica do mercado internacional de óleo e gás.

Realizado na cobertura do Hotel Personal, situado no centro de Macaé, representantes da Petrobras, da FIRJAN, da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) e da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), foram recepcionados pelo diretor de O DEBATE, Oscar Pires, memória viva de todos os processos que envolveram o início das atividades da Petrobras na região do 'Emirado do Petróleo Fluminense'.

Na ocasição foi apresentado também o caderno especial em celebração aos 40 anos de produção da Bacia de Campos, elaborado por O DEBATE, com circulação nos dias 12, 13 e 14 de agosto, e retrata a visão da Associação Brasileira das Empresas de Serviços do Petróleo (Abespetro), da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), da International Association of Drilling Contractors (IADC), da Rede Petro-Bacia de Campos, da Reed Exhibitions Alcântara Machado (organizadora da Brasil Offshore) e da FIRJAN, sobre o futuro das operações da Bacia de Campos.

"Vivemos hoje um momento histórico, não só para a produção do petróleo nacional, mas essencialmente para Macaé, que teve a sua trajetória modificada por ser o berço das atividades offshore do país, ganhando admiração internacional, por conta da Bacia de Campos. Depois de tantos desafios e adversidades, agora é a hora de celebrar, uma nova fase que se inicia com uma perspectiva otimista, com grande potencial de prosperidade", disse Oscar Pires, diretor de O DEBATE.

Veja a galeria de fotos

O gerente geral da Unidade de Operações Bacia de Campos (UO-BC), Marcelo Ferreira Batalha, destacou que a Petrobras seguirá mantendo investimentos e operações em Macaé, de forma estratégica para o mercado do petróleo nacional.
"Vivemos um novo momento para a empresa que reafirma o compromisso de seguir em Macaé, desenvolvendo projetos voltados à Bacia de Campos", disse Batalha.

Presidente da Ompetro, o prefeito de Macaé Dr. Aluízio (PMDB) apontou também a nova fase de retomada do setor.
"O momento é agora! A nova fase do mercado do petróleo surge através do desenvolvimento de novos projetos para a Bacia de Campos. Os campos maduros ainda vão gerar petróleo para o Brasil e para o mundo", destacou o prefeito.

Já o presidente da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Cunha, afirmou que a união entre todas as instituições, presentes no evento promovido por O DEBATE, fortalece esse novo momento do petróleo nacional.

"Nós vamos, juntos, superar esse momento de desafio e encontrar um novo caminho de prosperidade", afirmou.

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade