Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Demanda de deficientes visuais de Macaé pode virar Lei na ALERJ

Abril Marrom terá como foco principal a luta pela prevenção contra doenças oculares

Em 22/05/2017 às 11h34


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Dauaire se reuniu com os membros da União dos Cegos do Norte Fluminense Dauaire se reuniu com os membros da União dos Cegos do Norte Fluminense
Após encontro com representantes da União do Cegos do Norte Fluminense, o deputado estadual Bruno Dauaire (PR) apresentou na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) projeto de lei que torna abril um mês dedicado à campanha estadual de prevenção à saúde ocular e contra os riscos da cegueira evitável.

Durante o encontro, o deficiente visual e presidente da UCNF, Luiz Felipe, apresentou dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), apontando que, aproximadamente, 285 milhões de pessoas no mundo vivem com baixa visão ou cegueira, sendo 39 milhões cegas e 246 milhões com deficiência visual moderada ou grave.

O assistente social e diretor da UCNF, André Carvalho, ratificou que no Brasil, existem mais de 1,2 milhão de cegos, sendo que quase 700 mil brasileiros cegos poderiam estar enxergando normalmente se tivessem recebido tratamento adequado, no tempo necessário.

Para alterar as condições de saúde ocular no estado do Rio de Janeiro, Bruno Dauaire propôs a Lei que visa a campanha de conscientização, estimulando corporações, governos, instituições e a população a empenhar-se na prevenção da saúde ocular, evitando prejuízos irreparáveis como a cegueira e suas consequências sociais na sociedade. 

A proposta do parlamentar tem como foco tornar o 'Abril Marrom' uma ação constante e anual em todo o estado.
"Essa foi nossa primeira ação política, mas continuaremos lutando para alterar o quadro de saúde ocular no Rio de Janeiro, utilizando nosso mandato para propor alternativas que possibilitem o acesso facilitado de todos os fluminenses, de todas as idades, ao atendimento médico oftalmológico", afirmou o Deputado Estadual Bruno Dauaire demonstrando bastante engajamento no tema.

Os membros da UCNF, Ronaldo Santos e Everson de Jesus, ambos deficientes visuais, também participaram do encontro e destacaram que no mês de abril a UCNF realizou em Macaé uma série de debates e apresentações educativas e acreditam que, com a proposta de Lei apresentada pelo Deputado Bruno Dauaire, a campanha ganhará nova envergadura a partir dos próximos anos e os resultados serão valiosos nos quesitos de saúde e social.

Autor: Márcio Siqueira

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: geral, social


publicidade