Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Brasil Offshore: Feira do Petróleo nos últimos preparativos para 8ª edição

Petrobras deve assinar contrato de patrocínio ao evento nos próximos dias

Em 09/06/2015 às 11h28


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Montagem e desmontagem das tendas irão gerar cerca de 2,5 mil novos postos de trabalho Montagem e desmontagem das tendas irão gerar cerca de 2,5 mil novos postos de trabalho
A quatorze dias para a realização da 8ª edição da Brasil Offshore, que acontece entre os próximos dias 23 e 26 de junho, os preparativos seguem a todo vapor e, esta semana, as obras de revitalização do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, em São José do Barreto, entraram em sua fase final. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Vandré Guimarães, na próxima etapa de organização do evento, os estandes das empresas participantes já começarão a ser erguidos.

Além disto, outra notícia em relação a terceira maior feira de petróleo do mundo, recebida com exclusividade pelo O DEBATE é que, ao contrário dos rumores de que pela primeira vez desde a primeira edição do evento a Petrobras não participaria, a petrolífera confirmou a assinatura de um contrato para patrocínio do evento, no entanto, os valores da negociação não foram divulgados.

"A Petrobras vai participar da Feira Brasil Offshore, conforme vem fazendo desde a primeira edição. A companhia vai assinar nos próximos dia o contrato de patrocínio do evento", resumiu em nota a petrolífera.
Contudo, a produção da feira ainda não garantiu a parceria, e sua página oficial na internet segue sem qualquer menção à companhia entre os parceiros para este ano.
Casa cheia

Com 98% dos estandes vendidos e cerca de 700 empresas envolvidas, a estimativa é que 53 mil pessoas irão participar da oitava edição da feira. Caso confirmado, mesmo com a desaceleração do setor que dá nome à feira, o número será recorde de público do evento, superando os 52 mil de 2013. 

Ainda na última edição, segundo dados da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), foram gerados aproximadamente R$ 170 milhões em negócios para um prazo de doze meses à frente, consumados em 2014. Já em 2015, com o aumento de 13% no número de pré-credenciados, a ONIP estima R$ 1 bilhão em geração de negócios para o próximo biênio 2016-2017 - elevação de 36,4% por ano.

Por fim, de acordo com a Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora do evento, ao todo, a feira deve gerar mais de 18 mil empregos diretos e indiretos, com mão de obra local. Como exemplo, somente a montagem e desmontagem das tendas de exposição devem render 2,5 mil novos postos de trabalho. 

Autor: Guilherme Magalhães guilherme@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:


publicidade