Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Foto Legenda

Em 06/05/2011 às 19h12


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

As discussões sobre a preservação da área situada entre as Praias dos Cavaleiros e do Pecado voltaram à tona nesta semana. 

Foco da especulação imobiliária, o trecho é defendido pela Ong SOS Pecado como reserva de proteção ambiental. 

Em meio a essa briga, segue o impasse judicial entre o processo de desapropriação do local, que já é considerado como ponto não edificante através de uma lei aprovada na Câmara de Vereadores.


    Compartilhe:


publicidade