Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Reunião do Pacto pela Juventude discute ações e políticas públicas

Em 15/12/2010 às 13h17 - Atualizado em 15/12/2010 às 13h18


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Antônio Felipe diz que a reunião discutirá  Plano Antônio Felipe diz que a reunião discutirá Plano
Acontece hoje (15), na sede do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Macaé (CMDDCA), uma reunião do Pacto pela Juventude no município, a partir das 10h, na sede do conselho, na Rua Papa João XXIII, 47, no Centro.

A reunião será conduzida por meio de um debate com o tema “Pacto pela Juventude - As Juventudes do Rio de Janeiro e a Importância dos Conselhos na Implementação de Políticas Públicas”. Estarão presentes na reunião o presidente do Conselho de Juventude do Estado do Rio de Janeiro (Cojuerj), Patrick Ataliba, e o Superintendente Estadual de Juventude do Rio de Janeiro, Allan Borges.

O presidente do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente de Macaé, Antônio Felipe Gonçalves, foi indicado para ser o representante de Macaé no Conselho da Juventude, em virtude dos trabalhos realizados pelo CMDDCA em prol da juventude, já que o município ainda não conta com um conselho específico para tratar de assuntos relativos à juventude, que compreende pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

O presidente explica que este é um momento crucial e mais do que oportuno para a elaboração do Pacto pela Juventude em Macaé e para a efetivação do plano de políticas públicas voltadas para este público, já que está para ser aprovado o Estatuto da Juventude.

“Com a aprovação deste Estatuto, teremos que criar o Conselho da Juventude do município, assim como já existe o da criança e adolescente, pois a juventude tem assuntos próprios desta fase da vida e precisa de um órgão que lhes assegure o que lhe será garantido pelo estatuto. 

Uma de nossas intenções é que o Conselho da Juventude funcione no mesmo local do CMDDCA, pois são trabalhos complementares e o jovem passa a ter responsabilidades de adultos, mas sem a estrutura de um adulto completo”, explicou Antônio Felipe.

Durante a reunião, o Cojuerj fará a apresentação de alguns projetos relacionados à juventude para o ano 2011, assim como a necessidade de mais políticas públicas voltadas para este público, tanto do Estado como para a do município. “Esse será o primeiro passo para a efetivação de um Plano Municipal de Políticas para a Juventude aqui em Macaé”, declarou Antônio Felipe.

Autor: Cristian Kupfer | cristiankupfer@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:


publicidade