Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Polícia sufoca tráfico na comunidade da Malvinas

A operação realizada na noite de última segunda-feira (4), teve um jovem detido com materiais entorpecentes na Rua da Felicidade

Em 06/12/2017 às 11h31


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Drogas foram encontradas dentro de uma casa na Rua da Felicidade, na comunidade da Malvinas Drogas foram encontradas dentro de uma casa na Rua da Felicidade, na comunidade da Malvinas
Visando prender criminosos da facção do A.D.A., foragidos e traficantes da comunidade da Malvinas, policiais do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Macaé, realizaram uma ação, na noite de última segunda-feira (4), após uma denúncia anônima.

Após várias inspeções, revistas em becos e vielas, a polícia chegou até o suspeito de 19 anos, na Rua da Felicidade, que, segundo a PM, é apontado como traficante na localidade e com ele foram apreendidos mais de três quilos de maconha que estava embalado para a comercialização. 

Segundo a Polícia Militar, a droga estava dividida em 1.321 buchas e foi levada para a 123ª Delegacia de Polícia.
Balanço - o comandante do 32º BPM, coronel Marco Aurélio Vollmer, divulgou os números referentes às apreensões e prisões da Polícia Militar em Macaé. Os números são referentes ao período de 1º de janeiro a 25 de dezembro de 2016. 

De acordo com o balanço foram apreendidas 119 armas de fogo, 3.928 munições, 180 quilos de cocaína, 220 quilos de maconha e 6,5 quilos de crack. Ainda segundo as informações, 455 pessoas foram presas e 156 menores de idade foram apreendidos. No ano anterior, 2015, no mesmo período, a PM conseguiu apreender 102 armas de fogo, 2.084 munições, 76 quilos de cocaína, 100 quilos de maconha e 18 quilos de crack. O número de prisões foi um pouco mais baixa com 412, e 126 menores de idade apreendidos. 

Em um comparativo dos dois anos, o número de armas apreendidas neste ano corresponde a mais de 16%; o número de munições corresponde a mais de 88%; maconha mais de 120%; cocaína mais de 136%; prisões de maiores de idade chegam a mais de 10% e menores de idade mais de 23%. O único número abaixo do ano passado foi de apreensão de crack, com menos de 64% de apreensões. 

Autor: O DEBATE

Foto: Divulgação PM


    Compartilhe:

Tags: polícia


publicidade