Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Petrobras aprova aumento da gasolina e redução do diesel

Gás de uso comercial e industrial também sofre reajuste nesta semana

Em 05/12/2017 às 13h03


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Preço da gasolina na cidade chega a R$ 4,79 em alguns postos Preço da gasolina na cidade chega a R$ 4,79 em alguns postos
A Petrobras anunciou nova decisão sobre a revisão de preços dos combutíveis, derivados do petróleo, para as refinarias em todo o país. Com isso, a gasolina sofrerá aumento de 1,9%, enquanto o diesel terá queda de 5,7%. O gás para uso comercial e industrial também vai ser reajustado.

A decisão do Grupo Executivo de Mercado e Preço (GEMP) da Petrobras segue o objetivo de adequar os preços às mudanças de fluxo logístico e entrada de produtos importados no país.

A decisão mantém inalterada a política de preços em vigor, reafirmando o compromisso da companhia de operar sempre com margem positiva acima da paridade internacional, além de refletir os movimentos de preços observados nos mercados internacionais de derivados.

Segundo a companhia, o aumento da gasolina se deve à variação da cotação do produto no mercado internacional. Ambos os reajustes já entraram em vigor.

O aumento das importações no país tem reduzido a participação de mercado da Petrobras que atinge hoje cerca de 72% no diesel e 88% na gasolina. A expectativa é que o novo preço do diesel não tenha impacto na receita da companhia em virtude da perspectiva de ganhos de mercado.

Em Macaé, o preço médio do litro da gasolina segue em R$ 4,69. A maior cotação registrada nos postos da cidade é de R$ 4,79.

Gás

A Petrobras também decidiu reajustar os preços de comercialização às distribuidoras do GLP destinado aos usos industrial e comercial, no percentual médio de 5,3%.

A companhia esclarece que este reajuste não se aplica aos preços de GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13kg (conhecido como P13 ou gás de cozinha).

A Petrobras informa ainda que as futuras mudanças nos preços do GLP voltado aos segmentos industrial e comercial nas refinarias estão sendo informadas também por meio do site da companhia.

Autor: Márcio Siqueira

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade