Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

DER-RJ dá prazo para iniciar reforma de trecho da RJ-106

Cratera no acostamento coloca em risco a segurança. Problema vem sendo denunciado pelo jornal desde 2015

Em 11/10/2017 às 14h41


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Obras devem começar na segunda-feira com prazo de conclusão em 60 dias Obras devem começar na segunda-feira com prazo de conclusão em 60 dias
Os condutores que circulam pela Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), no trecho de Cabiúnas, devem redobrar a atenção por conta de uma cratera no acostamento da pista no sentido BR-101. O problema já vem sendo evidenciado pelo jornal O DEBATE há cerca de dois anos e, até hoje, nenhuma providência foi tomada para resolver o caso.

Pelo contrário, o asfalto segue cedendo cada vez mais. Essa semana, vários cidadãos relataram nas redes sociais que o buraco, que até então tomava conta de parte do acostamento, já está chegando na pista, situação que pode resultar em um acidente grave e até mesmo na interdição do acesso à cidade.

Comparando uma imagem feita pela nossa equipe essa semana com outra foto tirada em fevereiro do ano passado, é possível ver que a erosão causou grandes danos à rodovia. Se antes o perigo ficava restrito ao acostamento, agora a falta de manutenção começa a refletir na pista de rolamento. 

Quem passa pelo local diariamente demonstra preocupação com a omissão do poder público. "Eu sempre utilizo essa rota para ir a Campos dos Goytacazes e fico atento ao circular nesse trecho por conta do perigo. O buraco só está aumentando e ninguém faz nada. O pior é que fica próximo a uma curva fechada, ou seja, caso algum veículo entre na contramão e você precise desviar vai acabar caindo e sofrendo um acidente. Está muito perigoso. Cadê as autoridades? Cobrar IPVA sabem, mas oferecer melhorias nada. Essa justificativa de crise econômica não cola mais. A população está cansada de tanto descaso. Tem que tomar uma medida antes que alguém perca a vida por conta disso. O poder público está sendo negligente", diz Wellington Dias. 

No final de agosto, a Câmara de Vereadores cobrou do Governo do Estado do Rio a reforma do trecho. O pedido reforçou a necessidade de revitalização da pista, antes que um dos principais acessos da BR 101 a Macaé seja comprometido.
Os parlamentares também ressaltaram a necessidade da prefeitura ser mais ativa nessa questão, compartilhando com o Estado os esforços para solucionar o problema. 


Ao longo das reportagens publicadas em 2016, o Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), órgão responsável pela manutenção da Amaral Peixoto, explicou que "diante da grave crise financeira pela qual o governo está passando, e com o efetivo reduzido, ele vinha encontrando dificuldades para atender todas as solicitações num curto espaço de tempo". 

Essa semana, o órgão foi mais uma vez procurado pela nossa equipe de reportagem. Em nota, ele informou que espera iniciar os reparos no trecho, no máximo, até segunda-feira (16), assim que a sinalização preventiva for toda instalada. Segundo o DER-RJ, a previsão é de que os serviços tenham uma duração de, até, 60 dias. 

A RJ-106 é uma rodovia estadual e conta, ao todo, com 200 quilômetros de extensão, ligando a RJ-104, na altura de São Gonçalo, à BR-101, na altura de Macaé. Somente em Macaé, ela corta um trecho, que passa dentro da região central, de 23,2 Km.

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade


publicidade