Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Moradores cobram por ações de recolhimento de veículos abandonados

Na Aroeira um carro deixado em via pública há cerca de dois anos é motivo de reclamação dos moradores

Em 11/08/2017 às 19h01


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Veículo abandonado há cerca de dois anos na Aroeira já está todo depenado e moradores seguem sem previsão de remoção do Veículo abandonado há cerca de dois anos na Aroeira já está todo depenado e moradores seguem sem previsão de remoção do
O problema é muito comum, em qualquer parte da cidade é possível encontrar um veículo abandonado em via pública. O que pode parecer apenas um problema de poluição visual, vai muito além, estes automóveis deixados nas ruas geram problemas de saúde e até de segurança pública.

Moradores que precisam conviver diariamente com veículos em total estado de abandono na calçada de casa ou em terrenos baldios muito próximos de residências, se sentem extremamente incomodados, já que estes automóveis podem ser criadouro de zoonoses, como mosquitos, ratos e outros. É o que vem acontecendo no bairro Aroeira, na Avenida Vitória Régis.

"Esse carro está aqui há cerca de dois anos e parece que se trata de um veículo clonado. Os moradores já deram queixa na polícia e na prefeitura, mas até hoje estamos aguardando as autoridades virem resolver," disse um morador do bairro, que prefere não se identificar. O representante da associação do bairro, Celso Henrique, ressaltou que o problema é antigo e que eles aguardam por uma solução há tempo.

"Quando abandonaram o carro ele estava inteiro, agora já está todo depenado. A maior preocupação hoje, é que ele se transformou em criadouro de ratos e mosquitos", frisou. 
Entramos em contato com a Prefeitura de Macaé e nos foi informado que a solicitação foi encaminhada para a Coordenadoria Geral de Trânsito, para que sejam tomadas as devidas providências. Também entramos em contato com a Polícia Militar, e nos foi informado que o problema será verificado, caso os moradores tenham feito contato com a PM.

Autor: Ludmila Fernandes ludmila@odebateon.com.br

Foto: Sylvio Savino


    Compartilhe:

Tags: polícia


publicidade