Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Morador reclama de problema na rede de esgoto

Manilha quebrada estaria resultando em vazamento de esgoto

Em 19/05/2017 às 12h39


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Problema está acontecendo há três semanas na Rua Vereador Abreu Lima Problema está acontecendo há três semanas na Rua Vereador Abreu Lima
Em Macaé o esgoto é um problema que afeta não só as comunidades que não contam com infraestrutura, como também áreas nobres e até mesmo a região central. Essa semana, uma moradora da Rua Vereador Abreu Lima, próximo a rodoviária, procurou o jornal O DEBATE para denunciar um problema na rede da sua residência.

Devido a uma manilha quebrada, os dejetos estariam transbordando dentro da residência e, consequentemente, indo em direção à rua. "A gente não sabe mais o que fazer. É um problema antigo, mas que nunca resolvem de vez. Estou com a caixa transbordando há três semanas e a prefeitura não faz nada.

Estou cheia de protocolos de pedidos que fiz nesse período e eles não enviam uma equipe. Segundo ela, a responsabilidade é da Odebrecht Ambiental, que diz que tem que procurar a prefeitura. Ficam nesse jogo de empurra e não resolvem o problema. Na hora de cobrar taxa todo mês eles sabem cobrar", diz a moradora, que pede para não ser identificada.

A situação tem prejudicado a rotina da família. "Estou com todos os ralos tendo retorno, os vasos entupidos. O cheiro é insuportável. Uma situação realmente desagradável, ainda mais para mim que tenho uma pessoa acamada dentro de casa", relata.

O problema também tem prejudicado os pedestres que passam pela via. "Aqui é uma rua de grande movimento. As pessoas estão passando pela calçada tendo que pisar no esgoto e tomar cuidado para os ônibus não passarem correndo na poça que acumulou no canto da pista e espirrar neles", conta a moradora, alertando que o local sempre enche em dias de chuva. "Se alagar vai ser pior ainda. Peço que os responsáveis venham e tomem uma providência o quanto antes", completa. 

A equipe da BRK Ambiental informou que esteve no local solicitado e o problema foi resolvido. Ela ressalta que a rua em questão pertence ao Subsistema Centro e será contemplada com as obras para implantação do sistema de esgotamento sanitário.
Caso do Morro de São Jorge

Na edição de ontem (18), o jornal mostrou os transtornos por conta do saneamento no Morro de São Jorge. Em nota, a BRK Ambiental informou que uma equipe esteve nos locais informados e prestou o devido atendimento.

Ela diz que as ruas em questão pertencem ao Subsistema Centro e serão contempladas com as obras para implantação do sistema de esgotamento sanitário. A empresa ressalta que demandas como essas podem ser direcionadas ao canal de atendimento ao público, através do 0800-771-0001 ou pelo e-mail atendimentomacae@brkambiental.com.br. 

Autor: Marianna Fontes

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade


publicidade